image

O Clube

O Clube Português de Automóveis Antigos é uma agremiação desportiva e cultural, completamente alheia a todas as manifestações de caracter político, racial ou religioso.

Tem a sua Sede Social dentro do perímetro da àrea metropolitana do Porto, sendo actualmente na Rua Duque de Saldanha, 308, na freguesia do Bonfim, no Porto.
 
São objectivos do Clube:


Prestar assistência à aquisição, restauro, conservação, exibição, e manutenção de veículos antigos, construídos há mais de trinta anos, bem como promover, incitar e expandir o desporto motorizado dos referidos veículos.

Na prossecução dos seus objectivos o Clube deverá fomentar e divulgar o interesse pelos veículos antigos de acordo com a regulamentação internacional ou de veículos considerados de interesse pela sua Comissão Técnica.

O Clube Português de Automóveis Antigos é composto por um número ilimitado de sócios. 

 

HISTÓRIA

O entusiasta, Francisco Cardoso Lima e o seu irmão Fernando, em conjunto com um grupo restrito de amigos pensaram então em fundar um Clube com o objectivo principal o culto do automóvel antigo, ou seja, promover o estudo e a preservação das peças de modo a atrair novos entusiastas.

A ideia tomou forma em 1965, no Porto, com a constituição do Clube Portuense de Automóveis Antigos. O verdadeiro entusiasmo que a iniciativa desperta e a adesão de sócios vindos de diversos pontos do país, exigem que na Assembleia Geral de Maio de 1967 o Clube passe a ter âmbito nacional, denominando-se a partir de então, Clube Português de Automóveis Antigos.

O Clube inicia, então uma actividade profícua no campo da divulgação e recuperação de inúmeros veículos antigos e organiza diversas provas nacionais e internacionais.

O Clube Português de Automóveis Antigos aderiu à FIVA em 1969 e é ANF (Autorité Nationale FIVA). Em 1970 o Clube torna-se membro efectivo sendo ainda hoje o único representante daquela organização.

Tendo em vista dar a conhecer o vasto património dos associados o CPAA realizou de 25 Nov.a 02 Dez. 1971 a 1ª Exposição de Automóveis Antigos, no Palácio de Cristal, no Porto que foi visitada por mais de 100.000 pessoas.

Em 1973 realizou um evento semelhante na Feira Internacional de Lisboa, em 1988 repete a iniciativa, denominada Retromobile, na Exponor em Matosinhos.

Em 1981 o CPAA foi considerado pelo Governo Português Instituição de Utilidade Pública e nesse mesmo ano inaugurou uma sede própria na cidade do Porto.

Entre 1984 e 1988 o CPAA dirigiu o Museu do Caramulo expondo aí veículos propriedade dos seus associados.

Desde 1990 dispõe em Oeiras de uma Exposição permanente de Automóveis Antigos. A existência de um valioso património permite-lhe ainda efectuar protocolos com o Museu dos Transportes e Comunicações do Porto, bem como com a empresa Municipal de Turismo de Fafe para a cedência de acervo aos respectivos núcleos museológicos.

Desde 1994 que o Governo Português atribui ao CPAA competência para classificar os automóveis fabricados antes de 1960 como antigos de modo a dispensá-los das inspecções periódicas obrigatórias.

O Clube continua a organizar anualmente diversos Ralis, encontros com associados e passeios temáticos.

Internacionalmente, para além de cargos directivos na FIVA, tem estado presente em Exposições Internacionais e colóquios onde transmite a experiência portuguesa nestes domínios.

O Clube tem actualmente 2.300 associados e mais de 5.500 veículos registados e devidamente homologados.