O QUE ACONTECEU AOS FARÓIS ESCAMOTEÁVEIS?

À medida que o automóvel evoluiu, certos avanços tecnológicos desapareceram, por razões de mudança de estilos e gostos, custos elevados, novas regulamentações ou uma falta geral de interesse. Provavelmente já se apanhou a relembrar os icónicos faróis escamoteáveis que antes via passar nas estradas. Essas joias escondidas eram uma característica distinta do design automóvel que aparentemente desapareceu.

A era de ouro dos faróis escamoteáveis

Os faróis escamoteáveis eram mais do que apenas um elemento de design. Foram uma prova do espírito inovador da indústria automóvel. Apareceram pela primeira vez no Cord 810 no Salão Automóvel de Nova Iorque, em Novembro de 1935. Ao longo dos anos, esses faróis apareceram numa ampla gama de modelos de automóveis, desde veículos suburbanos de gama média, como o Honda Accord, até modelos mais desportivos, como o Toyota Celica ou o Mazda MX-5.

Não eram apenas esteticamente agradáveis, mas também serviam a um propósito prático, permitindo um design elegante do carro e garantindo visibilidade durante a condução noturna. No entanto, como muitas tendências, acabaram por ficar em segundo plano.

O dilema da praticidade

Um dos principais motivos para a descontinuação dos faróis escamoteáveis foi a sua praticidade, ou a falta dela. Por mais charmosos que fossem, eram propensos a problemas mecânicos. Se já teve que lidar com um farol preso no meio de uma estrada escura, entenderá o problema. A complexidade adicional desse mecanismo também significou mais pontos potenciais de falha, levando a reparos potencialmente dispendiosos.

Aerodinâmica e evolução do design

À medida que o design dos automóveis evoluiu, o foco mudou para a criação de formas mais elegantes e aerodinamicamente eficientes. Os faróis escamoteáveis perturbavam as linhas suaves do carro quando em uso, impactando negativamente o seu desempenho aerodinâmico.

Para concluir

Embora possamos sentir falta do charme único dos faróis escamoteáveis, está claro que a sua descontinuação foi resultado da evolução das necessidades e dos padrões da indústria automóvel. Mas quem sabe? Com os rápidos avanços da tecnologia, poderemos ver uma versão moderna e mais eficiente dos faróis escamoteáveis no futuro.

Independentemente de serem faróis escamoteáveis ou a mais recente tecnologia LED, o mais importante é que os faróis sejam fiáveis, duradouros ​​e de alto desempenho. Afinal, a nossa segurança na estrada depende disso.

Fotos: Joel Araújo