CONCORSO D’ELEGANZA VILLA D’ESTE

Eram 5 horas da tarde de sábado quando o Concorso d’Eleganza Villa d’Este deste ano atingiu o seu auge glorioso: o sol brilhava num céu azul brilhante, os iates de madeira dançavam no lago, o ar estava denso de fumo de gasolina e de charuto.

O cenário, às margens do Lago Como, no norte da Itália, é sem dúvida o cenário mais bonito para qualquer evento automobilístico do mundo.

A grande emoção do concurso de sábado é a Coppa d’Oro, votada pelo público. Este ano, até o mestre de cerimónias Simon Kidston ficou surpreendido pelo vencedor: um McLaren F1. Este exemplar em particular foi comprado pelo proprietário da Clínica Ueno, patrocinador da equipa McLaren F1 que venceu as 24 Horas de Le Mans de 1995.

No domingo, os vencedores da classe Villa d’Este e o Best of Show foram anunciados em Villa Erba, e este ano houve outra surpresa – um carro da classe preservação levou o prémio principal. Se acompanhou os resultados do concurso do ano passado, talvez se lembre do Alfa Romeo 8C 2300 Figoni de 1932, que se classificou entre os quatro indicados ao Best of Show no Pebble Beach Concours d’Elegance. Este mesmo carro, da Coleção HM na Bélgica foi eleito pelos jurados como o Best of Show de Villa d’Este.

É claro que Villa d’Este é muito mais do que estes dois vencedores. Entre os muitos destaques do concurso de sábado estava o impressionante Rolls-Royce Phantom II 1933 de Lord Bamford, o Diatto Tipo 20S 1923 de Corrado Lopresto e o Lagonda V12 Rapide 1938 de Christoph Zeiss.

Os destaques do pós-guerra incluíram o Ferrari 335 S 1957 de Brian Ross, com uma história no automobilismo que inclui Mille Miglia, Sebring e Le Mans, o Ferrari 250 GT Speciale Aerodinamico 1962, o belo Maserati A6GCS/53 Spider Frua e o impressionante Maserati A6G/54 Zagato 1956.

Na classe de preservação Time Capsule, um Bugatti Type 35C sentou-se ao lado do vencedor Alfa 8C, juntamente com um Abarth Simca 1300 GT e o único Fiat Dino Aerodynamica de 1967. Perto dali, uma linha de supercarros incluía o McLaren F1 vencedor da Coppa d’Oro e um Lamborghini Countach LP400 nas cores originais violeta e branco.

Fotos: Rémi Dargegen