100 anos da Citroën

 

No campo das efemérides da História do Automóvel, o ano que agora se inicia será certamente marcado pelo centenário da Citroën, criada por André-Gustave Citroën em 1919.

Terminada a I Guerra Mundial, André Citroën detinha uma fábrica, mas não mercado. A produção para fins militares, a que se dedicara nos anos anteriores, deixara de fazer sentido. Em 1919, criou a empresa Automobiles André Citroën S.A..

Volvidos 100 anos, o legado de André Citroën e da sua marca é uma história de constante inovação, iniciada com o Type A 10CV, mas da qual não podem ser esquecidos modelos como os Traction Avant, os 2CV ou os DS.

É infindável a lista de inovações introduzidas pela Citroën ao longo dos seus 100 anos de vida, a começar pelo facto de ter sido o primeiro automóvel europeu construído em série – André Citroën visitara, anos antes, a fábrica da Ford, nos Estados Unidos – o primeiro fabricante a apresentar uma carroçaria totalmente em metal e a primeira feita de uma só peça.

Soluções como a tracção dianteira, a suspensão hidropneumática ou a utilização num modelo de série de travões de disco assistidos, são outros passos marcantes na história do fabricante.