37º Passeio Mercedes

O clima desafiante, não impediu o sucesso de mais uma edição do  Passeio Mercedes,  nos dias 19 e 20 de Outubro. Foi com um Sábado cinzento e muito chuvoso que acordaram os participantes demais um passeio dedicado a entusiastas da marcada da estrela. Houve, por isso, uma série de peripécias relacionadas com a intempérie que foi necessário gerir em cima do acontecimento, nomeadamente a alteração de itinerários previstos por razões de segurança, mas sempre com o acordo de todos os presentes; sócios que logo de manhã, muito cedo, contactaram a organização a confirmar a realização do passeio; sócios que hesitaram em participar, mas que acabaram por alinhar; operações Stop, uma ligeira avaria e até um toque sem consequências.

Foi um passeio com o seu quê de aventura, mas que acabou por correr bem e fomentar a união entre os participantes, que o encaram com espírito de camaradagem.

O almoço de sábado foi uma muito agradável surpresa para os participantes. Não é todos os dias que se almoça numa casa senhorial, na própria sala de jantar, a ser-se recebido pelo proprietário, no que se tornou num verdadeiro almoço de família em amena cavaqueira e excelente convívio. A seguir ao almoço ainda deu para fazer uma visita guiada à quinta dirigida pela herbalista Rita Roquette, onde foi apresentada a flora local, tanto a cultivada como a espontânea, com a explicação dos valores utilitários tanto na culinária e para a saúde.

No hotel de Ofir, tudo foi do agrado dos participantes, quer o jantar quer o alojamento.

No domingo de manhã, rumámos à praia da Amorosa e até deu para rolar de capota aberta. A chuva voltaria, mas em quantidade insignificante em comparação com o dia anterior.

O almoço de domingo foi muito bom e bem servido, exactamente na proporção do bom convívio entre sócios.

Resumidamente, apesar das condições adversas, os comentários e felicitações recebidas no final, da parte dos participantes, confirmam que valeu a pena o desafio.

Para o ano há mais!