Londres não limita veículos históricos.

No centro de Londres e arredores, será instaurada, a partir de Janeiro de 2020, uma Zona de Muito Baixas Emissões, destinada a aliviar os níveis de poluição no centro da cidade, actualmente muito sobrecarregada de trânsito. 

Assim, ficará vedada a circulação a automóveis que não cumpram as mais modernas normas Euro.

A medida não é exactamente nova, assemelhando-se ao que já acontece noutras capitais. A diferença esta no regime de excepção que, além dos automóveis de última geração, isenta de restrições ou do pagamento de taxa de entrada, todos os automóveis com mais de 40 anos.

A responsável pela gestão dos transportes em Londres, afirma categoricamente: “Reconhecemos a importância do papel dos veículos históricos na preservação da cultura e história londrinas e o seu impacto reduzido na poluição, devido à utilização reduzida.”

Um bom exemplo, a ser seguido por outras grandes cidades europeias.